Com eleição de aliados nas Câmaras, prefeitos devem ter ano "tranquilo" - Folha de Alphaville
14/12/2018
POLÍTICA
Com eleição de aliados nas Câmaras, prefeitos devem ter ano "tranquilo"
Fabião foi escolhido em Barueri e Nilson Martins na Casa de Santana de Parnaíba. Mandato começa em janeiro
Gláucia Arboleya
Em 2019, Fabião terá receita de R$ 60 milhões e Nilson, de R$ 23,3 milhões (Michela Brígida/ Folha de Alphaville e Rodrigo Albertini/ Folha de Alphaville)

Até as eleições de 2020, os prefeitos de Barueri e de Santana de Parnaíba devem ter um mandato “tranquilo”, em relação à aprovação de projetos nas Câmaras Municipais. Na terça-feira (11), foram eleitos os novos presidentes das Casas para o biênio 2019-2020, que assumirão em 1º de janeiro de 2019.

Fabio Luiz da Silva Rhormens, Fabião (PC do B) e Nilson Martins (PHS), de Barueri e Santana de Parnaíba, respectivamente, estarão à frente do comando dos legislativos. Ambos são da base dos prefeitos tucanos Rubens Furlan e Elvis Cezar, que têm a maioria dos vereadores como aliados e não devem ter dificuldades para terem as propostas do Executivo atendidas.

De acordo com o Fabião, que terá como vice-presidente Allan Miranda (PSDB), atualmente existe uma Câmara de “consenso’. “Há divergências, mas a gente sempre acaba chegando a uma união com diálogo saudável. Há muito ego e vaidade na política, mas a gente vai conseguindo aparar as arestas”, falou. “Graças a Deus fui eleito”, comemorou.

O presidente eleito, em Santana de Parnaíba, Nilson Martins, terá como o vice-presidente Gino Mariano (PRTB). A vereadora Sabrina Colela (PSC) será a 1ª secretária.

Gestão
Fabião pretende deixar a Câmara mais ‘inteligente’, investindo em tecnologia. “Hoje acho que há uma ineficiência, precisamos levar mais informação para a população utilizando as ferramentas tecnológicas. Pretendo melhorar essa comunicação”, contou.

O parlamentar também quer ter uma gestão pautada pela ética. “Pela responsabilidade de gerir o dinheiro público, o orçamento é grande. Já entrei em contato com um promotor do Ministério Público porque quero ter total respaldo na transparência”, disse. O novo presidente garantiu que vai trabalhar para ser o melhor a ter ocupado o cargo.

Na avaliação dele, a Câmara de Barueri tem uma estrutura física muito boa, mas precisa ser mais funcional. Ele citou constantes quedas de energia e tem como projeto instalar placas solares. “Hoje ainda funciona um gerador a diesel. Isso não se usa mais e prejudica o meio ambiente”, finalizou.
Nilson também pretende ampliar a comunicação da Câmara com a população. “Na verdade ainda vou fazer a transição para dai a gente definir algumas mudanças. Vou me inteirar primeiro. A gente quer manter a diretoria então ficará fácil.”, falou.

Na avaliação dele, o prefeito “vem fazendo uma gestão brilhante. Então tenho certeza que a Casa vai acompanhar os projetos do interesse da população”.