Três obras da região estão nas mãos do presidente eleito Jair Bolsonaro - Folha de Alphaville
30/11/2018
POLÍTICA
Três obras da região estão nas mãos do presidente eleito Jair Bolsonaro
Projetos são financiados pelo Governo Federal, por meio do Programa de Aceleração de Crescimento (PAC)
Gláucia Arboleya
Usina de reciclagem ocupará a área onde está a Estação de Tratamento de Esgotos de Barueri (Arquivo/Folha de Alphaville)

As cidades de Barueri e de Santana de Parnaíba têm, no total, três obras em tramitação junto ao Governo Federal que dependerão do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) para ter sequência. Ele assume em janeiro de 2019.

Os dados foram levantados pela reportagem junto ao site do Ministério das Cidades. A referência segundo o órgão é de 30 de junho de 2018. Os projetos são financiados por meio do Programa de Aceleração de Crescimento (PAC).

A lista inclui a URE Barueri (Usina de Tratamento Térmico de Resíduos Sólidos Urbanos e Recuperação de Energia). Trata-se de uma unidade de recuperação energética de resíduos sólidos, que há anos vem sendo discutida.

De acordo com previsão anterior da prefeitura, a obra começaria ainda este ano. Mas, nesta semana, a administração informou à reportagem que a construção começará em 2019. A estimativa de conclusão é 30 meses. A empresa responsável pelo projeto é a Foxx-Haztec.

A Usina ocupará a área do antigo Sanegran, onde está a Estação de Tratamento de Esgotos de Barueri (ETE Barueri) e ao lado da Estação de Pré-Tratamento de Efluentes Industriais da Attend Ambiental, local doado pelo município.

Segundo a gestão municipal, impasses financeiros e contratuais entre os membros societários foram os motivos da demora da conclusão e finalização do projeto. O empreendimento já dispõe da Licença de Instalação (LI) emitida pela Cetesb, de acordo com a administração. A URE terá capacidade para tratar 825 toneladas de lixo por dia, além de geração de 17MW. O valor não consta no Ministério das Cidades “em razão da possibilidade de uso do Regime Diferenciado de Contratação – RDC”, diz o documento.

Santana de Parnaíba
Em Santana de Parnaíba, a obra [em fase de licitação]. A cidade aguarda a implantação do setor Gênesis, interligação entre os setores sede e Fazendinha. O custo não foi mencionado.

Há ainda outro projeto da Sabesp [em estágio de execução], em ambos os municípios, para o aproveitamento das águas do Rio Itapanhaú, com o objetivo de ampliar a oferta de água na região. No valor de R$ 164,3 milhões, o projeto atenderá ainda outras cidades da Região Oeste Metropolitana de São Paulo.