Em disputa inédita, França e Croácia encerram Copa - Folha de Alphaville
13/07/2018
ESPORTES
Em disputa inédita, França e Croácia encerram Copa
Final acontecerá às 12h de domingo (15), no Estádio Luzhnik, em Moscou
Samara Najjar
Esta é a primeira vez que os croatas participam de uma decisão da Copa (Dan Mullan/Getty Images)

pa da Rússia chega ao fim neste domingo (15). Em uma final inédita, França e Croácia disputam o título de melhor time do mundo às 12h (horário de Brasília), no Estádio Luzhnik, em Moscou.

Os franceses foram os primeiros a garantir a vaga para a última disputa da competição. Na terça-feira (10), a equipe enfrentou a seleção da Bélgica, nas semifinais, e venceu por 1 a 0, no tempo normal de jogo.

O gol da vitória saiu aos cinco minutos do segundo tempo e foi marcado pelo defensor Samuel Umtiti. Com o resultado, esta será a terceira vez que a seleção da França disputará uma final de Copa nos últimos 20 anos.

A seleção da Croácia garantiu a vaga na final na última quarta-feira (11), após uma disputa contra a Inglaterra. Eles surpreenderam a todos, uma vez que saíram perdendo o jogo logo aos cinco minutos da primeira etapa, quando os ingleses marcaram um gol. Porém, no meio do segundo tempo os croatas empataram e durante a prorrogação, Mandzukic fez o gol de classificação para a Croácia.

Esta é a primeira vez que os croatas disputam uma final de Copa do Mundo. Eles já enfrentaram a França em uma semifinal da competição em 1998, onde perderam por 2 a1.

Os eliminados nas semifinais, Bélgica e Inglaterra, disputam o terceiro lugar da Copa da Rússia neste sábado (14). A partida acontece às 11h (horário de Brasília), no Estádio de São Petersburgo.

Brasil
O sonho do hexa brasileiro foi adiado para a Copa do Catar, em 2022. Na sexta-feira (6), o Brasil foi eliminado da competição durante as quartas de final pela seleção da Bélgica.

A seleção brasileira foi derrota por 2 a 1, sendo que os gols belgas foram marcados ainda no primeiro tempo. O primeiro gol foi contra, feito pelo jogador Fernandinho após uma cobrança de escanteio, onde a bola desviou nele. Já o segundo, foi marcado por Bruyne, aproveitando o contra-ataque puxado por Lukaku.

Com atuações apagadas de Neymar e Gabriel Jesus, o Brasil só conseguiu marcar aos 30 minutos do segundo tempo com Renato Augusto, que entrou para substituir Paulinho.