MKT Digital está cada vez mais direcionado - Folha de Alphaville
08/02/2019
ECONOMIA
MKT Digital está cada vez mais direcionado
Segmento exige atenção, já que é preciso ter estratégia
Gláucia Arboleya
Marcas enviam mensagens sobre produtos pesquisados pelo consumidor (Rawp Ixel)

Cada vez mais somos ‘bombardeados’ por e-mails e mensagens sobre produtos, estratégia utilizada pelas empresas para conquistar seus consumidores e alavancar suas vendas. Agora, a tendência é o Pixel, recurso conhecido do marketing digital para ‘captar’ e direcionar alertas de itens aos clientes, conta o especialista na área, há 20 anos, Roberto Calderon, da ecommerceCAMP. “O que usávamos antigamente como mala direta ou mailing com variável está mais presente nos dias de hoje”, explica.

Propaganda
“Sabe aquela bolsa que você pesquisou na hora do almoço? Ela te persegue quando você abrir o seu computador ou celular a noite”, exemplificou Roberto. Pixel, trata-se de uma ferramenta adotada por marcas para fazer propagandas dirigidas do produto que a pessoa pesquisou. “ A gente consegue misturar canais e atingir muitas pessoas com custo baixo”, conta.

O especialista, que já gerenciou e implantou mais de 400 operações de e-commerce e 180 Startups, avalia que a grande vantagem é criar campanhas individuais, mas de massa ao mesmo tempo; por meio da inteligência artificial e algoritmos de comportamento. “Cada vez mais vamos entregar conteúdos relevantes ao consumidor gerando mais interesse e consequentemente mais vendas”.

Gerações
Na análise de Roberto, ainda estamos na migração de gerações nas empresas, o que pode dificultar a implantação das tecnologias. “Os mais antigos têm muito receio e os novos querem deixar essas “ferramentas” trabalharem sozinhas”.

Cenário
Na percepção de Rodrigo Calderon, o ano será bom para negócios. “ Sentimos um bom cenário agora no início de 2019 tanto para nossa área como para nossos clientes, estamos com mais esperança ao investimento”. Ele também se diz confiante na maturidade do marketing digital, “passamos a fase dos gurus digitais e dos empreendedores de palco, que fomentam o mercado apenas em benefício próprio”.