Empresa de Alphaville é selecionada para integrar programa de sustentabilidade - Folha de Alphaville
23/11/2018
ECONOMIA
Empresa de Alphaville é selecionada para integrar programa de sustentabilidade
A TAMPEC, que oferece soluções em tecnologia, está participando de seletiva internacional da cervejaria Ambev
Gláucia Arboleya
Rodrigo Oliveira, CEO da instituição, está otimista com o projeto (Divulgação)

A empresa de Alphaville, TAMPEC Soluções, está participando de uma seletiva da Ambev. Ela foi uma das 21 selecionadas para integrar a aceleradora de projetos em sustentabilidade da cervejaria. No total, 600 instituições dos cinco continentes participaram. O Brasil será representado pela companhia e mais duas empresas ligadas ao reaproveitamento de materiais: Molécoola e RSU Brasil.

O presidente da TAMPEC Soluções, morador de Aldeia da Serra, Rodrigo Oliveira, explica que “a Ambev colocou para o mercado diversos desafios para serem solucionados por startups, dentre eles, fechar o ciclo da economia circular em embalagens. A TAMPEC abraçou a causa e criou um projeto que acredita ser o que existe de mais puro e correto para uma indústria fazer: ir para as ruas com o objetivo de coletar seu resíduo pós-consumo. Ou seja, puxar a responsabilidade para si, ao invés de terceirizar”, contou.

O programa
O programa 100+ Accelerator tem como intuito impulsionar o progresso dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU) e os Objetivos de Sustentabilidade 2025 da multinacional, que inclui dez desafios, lançados a cientistas, especialistas e startups de tecnologia de todo o mundo.

Para a diretora da Global no 100+ Accelerator da AB InBev, Maisie Devine, “os desafios globais de sustentabilidade nos proporcionam algumas das maiores oportunidades de desenvolvimento e inovação. Queremos capacitar empreendedores motivados e comprometidos, que estão resolvendo problemas em suas próprias comunidades. O 100+ Accelerator contará com o espírito empreendedor de nossa empresa e com esforço constante para entregar resultados melhores e mais rápidos”, disse.

Projeto piloto
A TAMPEC Soluções já iniciou o desenvolvimento do sistema, tendo como ponto chave a tecnologia empregada, que permitirá à companhia identificar os locais de maior geração de resíduos pós-consumo, como bares e restaurantes, para coletá-los de forma eficiente e retorná-los ao ciclo de produção. “Hoje, o vidro representa um dos maiores problemas de reaproveitamento no Brasil, devido ao seu menor valor na cadeia de reciclagem. Esse caminho que a cervejaria está trilhando indica uma tendência e um desafio para todas as grandes indústrias, de se responsabilizarem pelo retorno da embalagem, podendo, inclusive, reaproveitar a matéria-prima”, falou Rodrigo. O projeto piloto será feito em São Paulo e os detalhes serão divulgados assim que estiver em funcionamento.

Foi desenvolvida uma ferramenta para a cervejaria mapear a geração do resíduo pós-consumo, começando por bares e restaurantes. “Desta forma, temos como desenvolver uma estrutura de coleta inteligente e de baixo custo nas áreas de grande concentração. O material coletado é levado diretamente à usina de reciclagem”, explicou o CEO.

“Após o desenvolvimento deste piloto, que deve durar quatro meses, levaremos os resultados para serem apresentados para a AB Inbev e investidores globais em Nova York. Estamos nos empenhando ao máximo para que seja um sucesso e possamos expandir para todo o Brasil nos próximos dois anos”, finalizou o presidente.