Vídeos representam 30% dos posts de deputados e prefeitos - Folha de Alphaville
12/02/2018
POLÍTICA
Vídeos representam 30% dos posts de deputados e prefeitos
Gravações têm tido mais alcance no período que antecede eleição de 2018
Paulo Talarico
Página de Elvis Cezar é a que registra o maior número de publicações (Foto: Divulgação)

A menos de oito meses da eleição de 2018, políticos da região oeste da Grande São Paulo já tem adotado uma presença constante nas redes sociais, mas ainda apostam de forma moderada no formato vídeo. Enquanto 60% das postagens são fotos em eventos ou reuniões políticas, apenas 30% são gravações com as falas dos principais nomes com mandato da região.

Os dados foram levantados pela Folha de Alphaville nos últimos três meses, com base na ferramenta FanpageKarma, um monitor do Facebook. 

Foram contabilizadas as informações de seis prefeitos e sete deputados estaduais e federais sobre suas postagens recentes. Não foi possível avaliar o prefeito de Barueri, Rubens Furlan (PSDB), porque não há postagens desde dezembro de 2017.

Ao todo foram 1962 posts entre novembro e o final de janeiro e o movimento ainda é diferente do visto, por exemplo, entre os prováveis concorrentes à corrida presidencial, que já tem apostado mais nos 2018vídeos para arregimentar seguidores.

Apesar de possuir menos publicações, os vídeos publicados pelos deputados e prefeitos atingiram em média 7.627 interações, quase 50% a mais do que os 5.109 das imagens publicadas.


O político com mais publicações nesse período foi o prefeito de Santana de Parnaíba, Elvis Cezar (PSDB), que postou 354 vezes e possui 29 mil ‘curtidores’. Em média foram quatro mensagens por dia. A aposta em vídeos por parte do parnaibano tem sido maior do que a de outros políticos, com 42% das interações.

A postagem com mais atenção do tucano foi a matéria feita pela Globo sobre o presépio no final do ano passado, compartilhada 2,2 mil vezes. Elvis publicou mais, por exemplo, que o prefeito de Osasco, Rogério Lins (Podemos), cuja página contém 89 mil seguidores. No entanto, Lins ultrapassa 2 mil na média de interações.

No caso da deputada federal Bruna Furlan (PSDB), que conta com 88 mil pessoas em sua página, a parlamentar teve 100 postagens e é uma das que mais aposta em imagens ao invés de vídeos – 65 contra 16.

Já o colega de Bruna, Valmir Prascidelli (PT) postou 328 vezes, mas é um caso a parte em sua estratégia. Além das fotos e dos vídeos, seu principal tipo de publicação são os links de notícias, sobretudo em defesa de seu partido e em protesto contra a condenação do ex-presidente Lula (PT).

Políticos usam páginas para firmar marcas

Mensagens de amor às cidades ou a tentativa de marcar seu nome na rede social concentram as palavras mais presentes nas publicações dos políticos da região oeste.

Prefeito de Santana de Parnaíba, Elvis Cezar (PSDB) tem no ‘Avança Parnaíba’ a marca mais presente nas postagens. O tucano não é o único a tentar gravar seu mote entre as mensagens que posta. Em Carapicuíba, MarcosNevesTrabalhando é a mensagem mais citada entre novembro e janeiro. IgorPrefeito e EuAmoItapevi lideram as menções na página do prefeito itapeviense Igor Soares (Podemos). Algo parecido é feito por Rogério Lins (Podemos) com o ‘AmorPorOsasco’ e o aviso de aniversário da cidade.

No caso dos deputados, as bandeiras que os parlamentares defendem concentram as mensagens. ‘Saúde’ foi a palavra mais citada pela página da deputada Bruna Furlan (PSDB), enquanto ‘Lula’ concentra as menções de Valmir Prascidelli (PT).

Na Assembleia Legislativa, os textos publicados por Gil Lancaster (DEM) terminam com ‘LancasterEmAção’. Quanto a Marcio Camargo (PSC) as reuniões políticas marcam suas mensagens com as palavras ‘conversando’ e ‘vereador’ como as mais presentes.

Quinta-feira lidera em publicações

O dia em que você corre mais risco de trombar com alguma mensagem de um político no Facebook é a quinta-feira. Ao menos se falarmos da região oeste. Por outro lado, o domingo é dia com menos risco.

Das postagens dos últimos três meses dos 13 políticos com mandato de prefeito e deputado na região, 17% das publicações foram nas quintas, ante apenas 10% nos domingos e 13% nos sábados. O panorama deve ser intensificado conforme se aproximarem as eleições. Segunda, terça, quarta e sexta ficaram praticamente empatadas com 14%.