Apês são 90% das ofertas no entorno das universidades - Folha de Alphaville
13/04/2018
IMÓVEIS
Apês são 90% das ofertas no entorno das universidades
Pesquisa analisou bairros localizados no raio de 1 km das instituições
Gláucia Arboleya
A participação dos apartamentos nos anúncios chega a 99% (Divulgação/ Ingaia)

Os apartamentos correspondem a 90% das ofertas no entorno das universidades paulistas, de acordo com umapesquisa realizada pelo Viva Real, empresa do Grupo ZAP Viva Real, considerando o entorno de seis campi de universidades renomadas da capital. Nos bairros localizados noraio de 1 km das instituições, quase nove mil unidades residenciais estão disponíveis, sendo a maioria em prédios.

Segundo o estudo, foram selecionados para análise os campi conhecidos pela sua relevância e que atraem alunos de fora da cidade de São Paulo criando uma demanda específica por locação de imóveis próximo a eles. Fazem parte os bairros da USP (Butantã), Mackenzie (Consolação), Unifesp – scola Paulista de Medicina (Vila Clementino), PUC (Perdizes), ESPM (Vila Mariana) e FGV(Bela Vista). 

Nesses locais, a participação dos apartamentos nos anúncios chega a 99%. No entanto, as casas ganham mais expressividade em regiões como o Butantã, que é próxi mo a USP, onde a oferta desse modelo de residência atinge 23% do total. 

“Não é possível afirmar que haja um impacto direto dessa movimentação de estudantes sobre o valor médio do m² nos bairros, mas é possível notar um aumento na oferta de imóveis nesses locais”,avalia o CEO do Grupo ZAP Viva Real, Lucas Vargas. 

Há uma variação na oferta de apartamentos por número de dormitórios, com destaque para aqueles com três quartos que correspondem a 38% das ofertas, seguidos pelos com dois (27%), um (24%) e quatro (11%) quartos. “Imóveis compactos tendem a se concentrar em regiões mais centrais, como entorno da FGV (47%) e do Mackenzie (28%).

Já os maiores costumam estar em regiões como a da USP, no Butantã, onde 84% dos apartamentos têm entre 2 e 3 dormitórios”, pontua Vargas. A  erente de Inteligênciade Mercado do Grupo ZAP  Viva Real, Cristiane Crisci,ainda analisa a oportunidade para lançamentos de empreendimentos compactos, com um dormitório, nos bairros próximos à ESPM, PUC e USP.  “Há indícios dessas ofertas de imóveis, principalmente quando percebemos que 15% ou menos da oferta de apartamentos tem essa tipologia, que é muito aderente à realidade dos universitários, na região”. 

Custo
A pesquisa ainda faz uma análise em relação ao preço dos imóveis para locação. Considerando o preço médio do m² nos bairros próximos às universidades, o estudante que optar por morar sozinho em um apartamento compacto  (um dormitório) próximo ao seu campus vai pagar entre R$ 1 mil e R$ 2,5 mil. “Esse valor tende a sofrer uma redução quando consideramos a hipótese de divisão do imóvelcom uma ou mais pessoas. Por exemplo,  no caso de imóveis com dois quartos o valor do aluguel passa a variar, em média, de R$ 800 a R$ 1,6 mil por pessoa. E, para aqueles com três dormitórios o preço pode se estabelecer entre R$ 733 e R$ 1,6 mil aproximadamente porpessoa”, calcula Cristiane. 

De acordo com o  levantamento sobre o preço médiodos aluguéis, os bairros Bela Vista, Consolação e Vila Mariana aparecem entre os mais valorizados. Já o Butantã se destaca como aquele com o valor mais baixo em todas as tipologias de imóveis, embora concentre um volume menor  e apartamentos (77%), quando comparado a outrasregiões, e apenas 5,7% do total de ofertas.