13/02/2018
ESPORTES
Arbitragem erra duas vezes e Oeste perde mais uma
Time foi superado pelo Nacional e somou segunda derrota seguida na Arena Barueri
Paulo Talarico
Na Arena Barueri, Nacional vence por 2 a 1 (Foto: Jefferson Vieira/Oeste FC)

Em uma noite infeliz de dois bandeirinhas e uma atuação abaixo do esperado, o Oeste foi derrotado pela segunda vez seguida na Arena Barueri. Nesta segunda-feira (12), contra o Nacional, a equipe perdeu por 2 a 1 e estacionou nos 13 pontos. Apesar de ainda ser o vice-líder, a equipe pode cair até para quinto no fechamento da rodada.

Os dois primeiros resultados negativos da temporada frearam a boa campanha rubro-negra. Mas os baruerienses também têm o que reclamar sobre a atuação da arbitragem. A equipe da capital abriu o placar ainda no primeiro tempo com Bruno Xavier, que aproveitou a sobra de um cruzamento para vencer o goleiro Willian Menezes.

Atrás no placar, o Rubrão sentiu o resultado e começou a ter dificuldades para criar. O empate veio já no segundo tempo, quando Raphael Luz aproveitou um escanteio para desviar de cabeça para o fundo das redes.

Até que o jogo foi decidido em dois minutos. Primeiro, aos 26, o auxiliar marcou um escanteio que não houve – Betinho chutou no jogador do time paulistano e a bola foi para fora, mas o bandeirinha insistiu na marcação. Na cobrança, Bruno Nunes, que havia acabado de entrar, cabeceou livre para fazer o segundo.

Depois, aos 28, Raphael Luz desviou de cabeça e tirou do goleiro, a bola bateu no zagueiro e morreu no fundo do gol, mas o outro auxiliar marcou impedimento. Também inexistente.

Para completar a noite de infelicidades também houve o momento de Mazinho. O camisa 10 teve a chance do empate, após pênalti marcado pelo toque de mão de Samuel Balbino. Mas na cobrança, o jogador tirou tanto do goleiro, que mandou para fora.

Na sexta-feira (16), o Rubrão volta a campo contra a Inter de Limeira fora de casa, quando tentará a reabilitação.