18/01/2018
ESPORTES
Com mais um reforço, Barueri tenta chegar forte à reta final
Equipe aposta em mais uma estrangeira; clube tem pedreira na próxima terça-feira
Paulo Talarico
Foto: Gaspar Nóbrega/Inovafoto

Sem conseguir nenhum resultado positivo contra os favoritos ao título, o Hinode Barueri buscou mais um reforço para a reta final da Superliga Feminina.  O clube do técnico Zé Roberto Guimarães anunciou a norte-americana Carli Lloyd, antes de entrar na reta final da competição.

Na próxima terça-feira (23), às 19h30, o time recebe no ginásio José Corrêa o Camponesa Minas, quarto colocado, em partida adiantada da 10ª rodada do returno. Uma vitória pode deixar a equipe novamente na quinta colocação.  Na sequência, o clube seguirá em Barueri, onde enfrentará o São Caetano.

Atualmente, as baruerienses estão atrás do Fluminense, mas com um ponto a menos. A chegada de Lloyd será a segunda de uma jogadora estrangeira. O time já conta com a oposta Kasia Skowronska.

“Trata-se de um reforço importante, da Seleção Americana, que vai agregar valor ao nosso time. Uma atleta experiente, que jogou em vários países, disputou mundial, Jogos Olímpicos e outras grandes competições”, afirma o técnico do Hinode Barueri, Zé Roberto Guimarães. A jogadora foi eleita a melhor norte-americana do último ano.

Vaga
Em termos de classificação, a equipe barueriense está perto de se garantir nos playoffs. São oito pontos de vantagem para o São Caetano, atual nono colocado.  No entanto, a chegada de reforços é uma tentativa de incomodar ainda mais o pelotão da frente.

A equipe ainda não venceu o Vôlei Nestlé Osasco, Sesc Rio de Janeiro, Dentil Praia Clube e o próprio Camponesa Minas na competição, apesar de ter criado dificuldades para todos os adversários.

Por outro lado, a equipe abriu bem o ano e tem duas vitórias seguidas, contra o Sesi e diante do Renata Valinhos Country, fora de casa.