Sede da Eletropaulo não muda com venda - Folha de Alphaville
08/06/2018
ECONOMIA
Sede da Eletropaulo não muda com venda
Enel compra 73% da Companhia, que fica em Barueri, e se torna líder no segmento
Negociação foi feita por R$ 5,5 bilhões (Tom Vieira Freitas/Folha de Alphaville)

Por R$ 5,5 bilhões, a Eletropaulo foi vendida para a Enel Brasil Investimentos Sudeste S.A. (“Enel Sudeste”), subsidiária da Enel SpA, na segunda-feira (4). Com a compra, a empresa italiana se tornou a maior operadora de distribuição de energia do País, com 17 milhões de clientes e uma participação de mercado de mais de 20% no segmento. A companhia adquiriu 73,4% das ações, o equivalente a 122.799.289 ações, da concessionária de energia que tem sede em Barueri. De acordo com as normas da Bolsa de valores brasileira, a transação será liquidada, com pagamento do preço e transferência das ações, na quinta-feira (7), e os acionistas da Eletropaulo terão até 4 de julho de 2018 para vender suas ações remanescentes à Enel Sudeste pelo mesmo preço da oferta (R$ 45,22 por ação).

O CEO da Enel, Francesco Starace, afirmou que a aquisição da Eletropaulo é um importante passo adiante para o fortalecimento do
 grupo na América Latina, na liderança do mercado de distribuição brasileiro. “Estamos alinhados com nosso plano estratégico e nosso foco particular em grandes metrópoles do mundo. Trazemos para São Paulo nossa expertise como uma das maiores operadoras globais em distribuição e certamente a que possui as
mais avançadas redes em termos de digitalização, eficiência e resiliência.”

A Enel, por meio da Enel Américas, planeja investir cerca de 1,5 bilhão de euros em redes de distribuição no Brasil entre 2018 e 2020. De acordo com a assessoria de imprensa do grupo, não há, por enquanto, nenhuma previsão de mudança da sede da Eletropaulo e nem alteração no quadro de funcionários.