09/02/2018
ECONOMIA
Alphaville deve ganhar sede da Associação Comercial em março
Moacyr Correa Felix foi reeleito e fala sobre metas da Acib
Paulo Talarico
Foto: Rodrigo Albertini/Folha de Alphaville

Reeleito presidente da Acib (Associação Comercial e Industrial de Barueri), Moacyr Correa Felix foi escolhido a seguir o trabalho da entidade e afirma ter três bandeiras externas e outras três internas para este biênio. Ele adiantou a Folha de Alphaville as metas da entidade e a previsão para março da entrega da nova sede da associação na Alameda Madeira.

O objetivo da direção é trazer um escritório regional da Jucesp (Junta Comercial do Estado de São Paulo), para a cidade, avançar na luta pelo programa de refinanciamento das dívidas e a desburocratização da prefeitura. Internamente, Moacyr cita a criação de uma cooperativa de crédito, a abertura de uma câmara de mediação e arbitragem para atuar nos conflitos entre empresas no município, e um programa de Ensino a Distância (EAD).

“Com isso fechamos o ciclo de crédito com a cooperativa, justiça rápida através da câmara, e capacitação e com pós-graduação dentro da associação, essas são as bandeiras para o próximo biênio”, afirmou o presidente. Sobre a nova sede, o prédio já está em fase final de obras e a tendência é de entrega no próximo mês. As outras unidades que oferecem atendimento serão mantidas.

“Na realidade, vamos ficar com essa sede em Alphaville, com o posto de atendimento no Alpha Shopping, e manter nossa filial dois que está dentro do Ganhatempo para atender não só empresariado como o muní- cipe do centro antigo”, explica. Melhora e tecnologia Moacyr analisa o cenário econômico como positivo para este ano, mas com desafios grandes para os empresários.

Um deles é o fato de buscar o crescimento, em um ano com Copa do Mundo, eleições e uma série de feriados prolongados. “Vamos ter que produzir muito mais em um período menor de vida útil”. A eleição também deve definir o humor dos investidores. Sobre a recuperação no final do ano passado, ele aponta ser um reflexo da reposição de estoque e com o fato que houve redução nas despesas.

“Estamos vendendo um pouco mais, porém com salários menores e com ritmo de venda menor. Com isso, acredito na recuperação deste ano em 2% e no segundo semestre talvez a gente consiga aumentar a margem, com essa despesa administrada”. Este cenário de melhora pode levar a mais empresas chegarem à cidade, o que seguiu acontecendo mesmo no período mais crítico da crise.

O presidente da Acib afirmou que a entidade também quer fomentar negócios relacionados à tecnologia, uma necessidade da região, tendo em vista as transformações que passa a região de Alphaville. Considerado o maior parque gráfico da América Latina, algumas dessas empresas têm deixado a região, enquanto a tecnologia tem chegado.

“Temos que nos adaptar a esse novo cenário. Como Barueri é um polo de tecnologia, vejo com bons olhos e vamos levantar essa bandeira, para que o próprio poder público ajude esse setor. Porque é uma área que não demanda de tanto espaço, mas traz uma receita significativa para o município”.