Família disfuncional é retratada em O Louco e a Camisa - Folha de Alphaville
02/04/2018
CADERNO A
Família disfuncional é retratada em O Louco e a Camisa
Peça estreia no dia 4 de abril, no Teatro Porto Seguro
Graziela Costa
Peça está em sua nona temporada em Buenos Aires Foto: Caio Gallucci

Texto do argentino Nélson Valente, O Louco e a Camisa, que está em sua nona temporada na cidade de Buenos Aires, faz estreia no Brasil no dia 4 de abril, no Teatro Porto Seguro, sob a direção de Elias Andreato. Traduzido e idealizado por Priscilla Squeff, que também atua na peça, o espetáculo tem no elenco Leonardo Miggiorin, Rosi Campos, Guilherme Gorski e Ricardo Dantas.

O texto entrelaça temas como a loucura, a convivência familiar, a revelação da verdade e a violência doméstica, ao retratar um pai violento e severo. O público se depara com uma família distorcida e marcada pela convivência hipócrita entre eles, que se esforçam para esconder a existência do filho Beto (vivido por Miggiorin), e suas ideias aparentemente malucas. “O Beto, meu personagem, é aquele cara que fala o que ninguém quer ouvir. Que faz revelações constrangedoras em situações familiares. Ele é tido como louco, mas, na verdade é a figura mais sã da família”, avalia o ator, que diz que as situações de desconforto acabam sendo cômicas. “As pessoas vão perceber que toda dinâmica familiar tem suas semelhanças”, afirma.

A veterana Rosi Campos, que vive a mãe de Beto e Maria, diz que a peça mostra a realidade das famílias. “O espetáculo é conciso, rápido e com diálogos muito inteligentes. Mostra as pequenas violências, o cotidiano das famílias. Nessas situações, apenas o Beto percebe os problemas da mãe, do pai, ele tem discernimento, entende tudo e comanda o que acontece. Os segredos mais íntimos de cada um se revelam e as peças vão se encaixando ao longo do espetáculo”, revela Rosi.

Recentemente, a atriz filmou Crô em Família, com Marcelo Serrado, que deve estrear em junho e confirmou que estará na próxima novela das 19h na Globo, O Tempo Não Para.


SERVIÇO

O Louco e a Camisa

Teatro Porto Seguro

Quartas e Quin­tas, às 21h

Ingressos:

R$ 40 a R$ 60

Al. Barão de Piracicaba, 740

Campos Elísios

Telefone: (11) 3226-7310.